Silêncio, que se está a ocultar uma morte à guarda do Estado? De novo?

Danijoy Pontes morreu na madrugada do passado dia 15 de Setembro, no Estabelecimento Prisional de Lisboa, em circunstâncias ainda por esclarecer, informa a família, num comunicado.